DestaqueMandiritubaPolícia

Acusados de roubo e estupros à mãe e filha são detidos

Uma denúncia anônima chegada a Guarda Municipal de Mandirituba, na tarde do último sábado, fez com que equipes policiais (Guarda Municipal, Polícias Civil e Militar) fossem até uma casa, que fica entre as localidades de Quatro Pinheiros e Guapiara e efetuassem as prisões de três maiores e um menor na zona rural do município. Os homens são acusados de roubar uma chácara e violentar duas mulheres, mãe e filha, de 45 e 19 anos. Para fugir, roubaram um Gol Vermelho da família, que foi incendiado cerca de dois quilômetros da casa das vítimas.

Na oportunidade, os elementos, armados com facas, invadiram a chácara e causaram terror. Foi na noite do dia 26 de junho. A intenção era assaltar, mas o trio de marginais ficou na casa por duas horas e estuprou mãe e filha.

Desde o dia do fato, a polícia seguia investigando o caso, que culminou com as prisões de três maiores e um menor, no final da tarde de sábado, dia 7. Segundo a secretária de Defesa Social de Mandirituba, Fransueile Aritusa Claudino, após a denúncia de onde estariam os acusados pela invasão da chácara, foi elaborada uma ação com os auxílios das Polícias Militar e Civil. “Ao se aproximar da casa indicada, observamos um elemento correr e dispensar um celular. Ele foi alcançado entrando na casa. Ali encontramos os demais elementos e foram avistados pertences das vítimas, como alianças, celulares e outros objetos. Apesar disso, fizemos a condução dos acusados até a Delegacia de Polícia de Fazenda Rio Grande, que tomará as medidas cabíveis ao caso. Não podemos afirmar se são culpados pela invasão, mas no momento em que chegamos a casa, observamos o desespero dos elementos e muitos desencontros nas falas deles. Acredito que demos um passo importante para elucidar esta barbárie contra a família, disse Fransueile. A polícia civil deve concluir a investigação no decorrer desta semana.

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Loading...
Close