CuritibaDestaqueGeral

1,2 mil famílias são beneficiadas pela Companhia de Habitação Popular de Curitiba

A Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab) finalizou, na última sexta-feira (9/8), o projeto de urbanização da Vila Acrópole, no Cajuru. As últimas famílias que habitavam locais impróprios foram transferidas para casas novas no Moradias Alamanda, construído no mesmo bairro. Ao todo, a intervenção beneficiou 1.292 famílias.

“Além da construção de casas, também executamos importantes obras de infraestrutura, como pavimentação de ruas e implantação de redes de água e esgoto. Este trabalho aumentou a qualidade de vida de cerca de cinco mil pessoas”, destaca o presidente da Cohab José Lupion Neto.

Com investimentos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e contrapartida da Prefeitura, que somados chegam a R$ 19,6 milhões, a intervenção da Cohab na Vila Acrópole reassentou em novas moradias 192 famílias que viviam em situação de risco.

Caso da comerciante Juliana de Moraes. Moradora da vila há 16 anos, a casa dela ficava praticamente colada a um córrego afluente do Rio Atuba. Na sexta-feira (9/8) ela foi transferida para seu novo sobrado, em local seguro e regularizado.

“É um alívio sair daquela situação. O mau cheiro, os ratos e até cobras que a gente encontrava. Em novembro nasce meu segundo filho, é uma alegria muito grande saber que ele vai crescer em um ambiente mais saudável”, afirma Juliana.

Infraestrutura
Além das 192 reassentadas, as famílias que estão em locais sem restrições habitacionais foram beneficiadas com obras para melhorar a infraestrutura do local, com a implantação de 4,7 quilômetros de pavimentação asfáltica; 9,2 quilômetros de redes de drenagem e 11,3 quilômetros de redes de água e esgoto.

“Uma verdadeira transformação. Os becos e vielas deram lugar a ruas mais largas e asfaltadas. As redes de drenagem evitam alagamentos e o esgoto que ia direto para o rio, passa a ser tratado”, explica o presidente da Cohab.

As áreas que estavam habitadas irregularmente, após a transferência das famílias, receberam obras de recuperação ambiental.

“Fizemos ciclovia, canchas esportivas, plantio de grama e mudas de árvores. Assim evitamos novas ocupações e garantimos um espaço de lazer para a comunidade”, completa Lupion.

Programa
O projeto de urbanização da Vila Acrópole faz parte de um programa maior coordenado pela Prefeitura em parceria com o BID – o Pró-Cidades, que totaliza US$ 100 milhões em investimentos.

“Esta parceria com o BID possibilitou 19 obras pela cidade, como a revitalização das avenidas Manoel Ribas e Fredolin Wolf, a Rua da Cidadania do Cajuru, a urbanização da Vila Nori, no Pilarzinho e o Clube da Gente em Santa Felicidade”, destaca o prefeito Rafael Greca.

Continuar lendo

Artigos Relacionados

Loading...